terça-feira, 11 de janeiro de 2011

I was there - Rock and Roll Circus @ Lincoln Center, NYC

Um espectáculo total na tenda de circo Big Apple, com direito a muitos palhaços (eu sei do que estou a falar), muita luz, muito som, do bom, do melhor, e muito Rock and Roll. O movimento indie escorregou em força - e literalmente - e apresentou-se, com alarido, no meio do rufar dos tambores e da apresentação algo original da Drag Queen Acid Betty.


Electric Tickle Machine

Começaram as hostilidades da melhor maneira possível, com um rock psicadélico nova iorquês, uma máquina electrizante a lembrar que "You can't tickle yourself". Blew it away é o nome do albúm que reune um som que nos fará querer ter os mesmos "músculos" em balões do senhor da pandeireta (impossível saber como se chama, ou quem é quem - investigação em progresso). Musicalmente falando, parecem disparar em todos os sentidos, levar-nos a todo o lado e, sobretudo, divertir-nos à grande e à americana. Excelente amostra !

A dar-nos musicas e tweets, algo especiais, aqui : http://www.myspace.com/electricticklemachine




The So So Glos

Directamente de Brooklyn (aqui é a parte em que toda a gente começa aos gritos, Brooklyn rules!), ainda maior aceleração, mais agressividade e convites ao público para invadirem o palco. Ninguém se fez rogado, também por lá andei, até que começou a haver mais crowd surfing do que crowd, propriamente dito. Retomei ao meu posto de onde vos conto, caros clientes e amigos desabituais, o que vi, ouvi e vivi.
A tenda de circo tremeu e transformou-se num gigantesco bar de subúrbios, sem controlo e com as primeiras advertências dos excelentíssimos senhores da segurança, que não estavam lá para brincar. Insubordinações à parte, é um grupo a seguir com um bom som a adoptar.




Mais sons e videos em http://www.myspace.com/sosoglos


The Pharmacy



Finalmente alguém sensato desce daqueles escorregas lá do fundo e acalma a cena circense que domina este festival. Claro que os gritos amorosos do vocalista dos Japanther "I love you Scott !!" que está na plateia ao lado desta vossa dealer, que tudo faz para vos apresentar um trabalho honesto e suado, não ajudam, mas o grupo farmacêutico (mau trocadilho, desculpem...) em baixo é profissional e não se deixa levar por provocações. A musica segue e nós agradecemos. Não sabia que se podia surgar em Seattle... Com os The Pharmacy é garantido.
Biograficamente falando, a historia dos The Pharmacy começou em 2000, na escola, com um som punk barulhento e as duas vozes deste concerto, a do guitarrista Scottie Yoder e a do baterista Brendhan Bowers. Neste concerto Stefan Rubicz assegurava no teclado e Ryan Thompson no baixo e tivémos direito (thanks ! thanks!) de um bocado de cada album (do ultimo Weekend, mas também dos Choose your on adventureB.F.F.)

http://www.myspace.com/pharmacy



Voxhaul Broadcast


Um efeito vocal fora de série. Um som incrível, algures entre um very british rock e um ar de afro-funky motown sound, lembram-nos porque é que Los Angeles não são apenas sol e bronze.


Japanther

Pois, não faço ideia se são bons ou não em palco, ou para que é que servem os telefones amarelos no lugar dos microfones. Brooklyn ataca novamente e desta vez em grande força, em força demolida, orquestrada por Ian Vanek e Matt Reilly.
A plateia estava enlouquecida, o palco já não era invadido, pela simples razão que já nem havia palco. Vi palhaços andavam a fazer crowdsurfing, o baterista começou a desfazer a bateria, porque assim não havia condições. Estava visivelmente revoltado, não com os fãs, mas com os seguranças - Ele queria rock and roll, ele queria circus. Ele queria ser Wild, man ! 
O pouco que me foi dado a ouvir (3 músicas ...) foi prometedor. Tenho que confessar, que ando a pesquisar tudo o que mexe, que esta banda de Brooklyn parece-me uma mina de ouro.
Tenho a dizer que às tantas, enquanto íamos sendo evacuados, no meio daquela confusão toda, com pernas a serem arrastadas pelos seguranças e gritos de protesto, já não sabia muito bem ao que tinha vindo se a um concerto de rock, se ao circo, se ao wrestling.
Não me queixo, é NYC.
Acho...

Atenção : No myspace os Japanther têm agendados dois shows para Portugal, 19 de Janeiro no Café au Lait (Porto) e no dia a seguir no ZDB em LX. Depois não digam que não foram avisados.

Mlle_Carla, rocking and rolling

2 comentários:

  1. Deve ser cor-de-laranja, cor de SB em Stock.
    Agora vais ter que fazer GLUP !

    Mlle_Carla

    ResponderEliminar